Rua Caio Mario

30.1.07

#&@†∑*!!!

e eis que de repente bip um enorme flush tomou conta da sala e todos os presentes de uma hora para outra blump e eu saquei minha arma e clic estava sem munição e todos clácláclá em cima de mim e eu só clic clic clic até que arrrrgh acertaram no meu peito e todos ohhhh mas eis que tã-rã eu estava de coletes e plop saquei minha granada e cataplouft acabei com aquilo tudo até que de repente bip.

5 comentários:

?? disse...

UAU!

Clap clap clap!

Smack!

Claro, Clara. disse...

Cara, eu juro que eu ainda tenho uma certa inveja de meninos nesse sentindo: nos tentamos, tentamos, mas nao conseguimos de jeito nenhum fazer esses barulhos com a boca!
Ficava com raiva porque as minhas Barbies so falavam bla bla bla bla bla bla ou titititi; enquanto os comandos em acao fazem explosoes de barcos, granadas ou de um pobre jacare (que nao tinha nada a ver com a historia) parecerem de verdade...

Claro, Clara. disse...

Passemos as outras coisas: sim, concordo que ficou brega, mas eu tenho estado brega, ultimamente nesses textos, nao sei porque.
Quase acabei de digerir o Crime e Castigo, talvez saia algo mais seco dopo... Mas de qualquer jeito, obrigada pela honestidade. Quer dizer, obrigada nada, porque vc é vc e essa nao é mais do que a sua obrigacao!

Outra coisa: SAUDADES, CARALHO! Te mandei um email (pro hotmail), ve la!

BEIJOOOOOO

Catharina disse...

Ó-T-I-M-O!!!

Alice disse...

hahahahaha, muito bom!