Rua Caio Mario

23.7.08

morro dois irmãos

há pedras que se escondem sob a selva
cerrada – tímidas; há pedras que cobrem
suas vergonhas com neve, mesmo no verão;
há pedras, urbanas, que põem prédios sobre si,
prédios que possam protegê-las do olhar alheio;
poucas são as pedras que ostentam a própria nudez
à vista de todos como as costas de uma musa monumental

4 comentários:

Alice Sant´Anna disse...

esse é top 5!

Luiz Coelho disse...

não, é top 3!

senhorita feliciana disse...

é lindo...

Pavitra disse...


li... esse foi o primeiro que li aqui no seu blog...

e fiquei aqui entre em alguns abismos
e outras coisas de vôos
ou de trilhas...

talvez a nudez da pedra
tenha me deixado assim...
antes só tinha pensado no silêncio dela...

adorei!