Rua Caio Mario

4.7.08

querer

Para zarpar é preciso zarpar:
é preciso isolar do cais à força
o barco, mesmo que não haja tempo
mesmo que não haja mar, é preciso

zarpar para saber o que é zarpar,
é preciso vencer o que não quer
o mar e quer temer o que é perigo
do mar pois dos perigos que há no mar

o perigo maior mora no cais
por isso, quando tudo começar
por pior que o percurso possa ser

o pior já passou pois o pior
era não começar, pois o pior
jeito de naufragar é não partir

2 comentários:

- Marechal Carleto - disse...

Corage!!

Luiz Coelho disse...

pq a poesia não tem finalidade. Humpf, balela!